Páginas

segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Empreendedorismo: a nova profissão do futuro!


Por Sandra Elisabeth

Insisto em dizer que o empreendedorismo será a nova grande profissão do futuro!

Isto porque com o avanço da tecnologia muitos trabalhos serão extintos e substituídos por outros, que exigirão menos mão de obra humana.


O site americano ''Will Robots Take My Job?'' ou ''Robôs vão tirar meu emprego?'' em uma tradução livre, mostra o tamanho do risco do trabalho ser substituído por robôs.

Significa que no futuro (próximo) cada um de nós terá que criar seu próprio emprego, sua própria fonte de receita.

Ora, criar seu próprio emprego e renda é empreender!

E mesmo em setores com alto crescimento, o que se tem percebido no mercado é uma ampliação dos investimentos das grandes empresas em startups para conseguirem inovar mais rapidamente e ganhar competitividade no mercado.

Portanto, independentemente do curso que você faz, da qualificação profissional que você tem, se não estiver pensando em empreender, descubra qual a tendência de sua área de atuação e acompanhe as inovações e modificações para não ficar sem emprego no futuro.

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Ambientes de Inovação e Startups

Por Sýndreams

Na última quinta-feira (15/08) a sócia diretora da Sýndreams e Assessora do Curso de Engenharia de Produção da USF, Sandra Elisabeth, realizou a palestra de encerramento do I Encontro SENAI “Roberto Mange” de Inovação, Propriedade Intelectual e Novas Tecnologias.

O objetivo principal do evento foi apresentar as possibilidades de inovação que as indústrias e empresas têm e como o SENAI pode auxiliá-las nesta jornada.

Sandra Elisabeth frisou em sua palestra a importância das empresas se aproximarem das Startups para desenvolverem inovações abertas ou até mesmo ‘pensarem’ como Startups.

O maior benefício da aproximação entre Startups e Indústrias é a junção da flexibilidade e agilidade das Startups com os conhecimentos e expertises da Indústria.

Abaixo algumas fotos do evento!


Fábio Toshio Ueno

Rodolfo Oliveira

Gabriel Panicci

Sandra Elisabeth

Sandra Elisabeth; Fábio Toshio Ueno e Gabriel Panicci

Fábio Toshio Ueno entregando mimo à palestrante Sandra Elisabeth

Sandra Elisabeth

terça-feira, 13 de agosto de 2019

Quando o retrabalho acontece?

Por Sandra Elisabeth


A indústria trabalha diariamente para diminuir o retrabalho, já que o resultado deste é aumento no custo!

Porém, o retrabalho acontece em todos os setores da economia e de negócios.

A área mais comum de haver retrabalhos é no setor de serviços, devido a dificuldade de padronização inerente ao tipo de negócio.

Mas, porque o retrabalho acontece?

O motivo mais comum para isto acontecer é a falta de planejamento!

Parece óbvio “planejar”, mas nem sempre isto acontece.

Muitas vezes começamos o trabalho ou atividade, planejamos o cronograma, mas nos esquecemos de pensar o objetivo final do que está sendo feito e não prevemos os prováveis cenários ou mudanças que podem acontecer!

Uma ferramenta que pode ajudar e muito é o Business Model Canvas!

Mesmo que seu empreendimento já esteja rodando, que você já sabe qual é a atividade final, quem é o cliente, etc. recomendo que elabore um Canvas exclusivo para a atividade que está desenvolvendo.

Serão duas ou três horas pensando sobre o projeto que lhe pouparão muito retrabalho!

Recentemente participei de um projeto em que precisei refazer todo o trabalho, TODO MESMO! Aconteceram três alterações durante o processo, que no final resultou no retrabalho completo.

Tudo porque não se tinha informações suficientes para a elaboração do projeto, apenas a data final de entrega e um benchmarking mal elaborado, já que a ideia inicial era “copiar” algo de quem já fazia, sem responder perguntas simples:
  • Quem será o cliente do projeto?
  • Quais são as propostas de valores destes clientes?
  • Como o projeto ganha dinheiro?
  • A empresa em que o benchmarking foi feito atende os mesmos clientes com os mesmos valores e mesmos objetivos?
  • Para atender os valores dos clientes quais as atividades precisamos fazer?
  • Para atender os valores dos clientes quais os recursos precisamos ter?
  • Quais os custos envolvidos?
  • Quem serão os parceiros que poderão auxiliar no projeto?

Eu não me importei em refazer, já que vou ganhar duas vezes! Mas quem pagou, poderia ter economizado o dinheiro e o tempo! Já que devido o retrabalho o projeto teve um atraso de 4 meses!

Portanto, cuidado: todo o projeto,  produto, serviço, antes de se iniciar precisa de planejamento!

Minha dica é usar o Canvas, que é uma ferramenta simples e pode antecipar as provaveis falhas e diminuindo a probabilidade de retrabalho!