Páginas

segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Análise de viabilidade econômica para investimentos

Por Sandra Elisabeth

Em 1976, Matsunaga propôs que para as empresas do agronegócio as análises financeiras fossem realizadas através do levantamento dos custo operacional efetivo, custo operacional total, remuneração do capital e faturamento total.
Para Matsunaga, 1976 (p.132) o custo operacional efetivo (COE) “compõe-se de todos os itens de custos considerados variáveis ou despesas diretas e é representado pelos dispêndios em dinheiro, em mão de obra, sementes, fertilizantes, defensivos, combustíveis, reparos, alimentação, vacinas, medicamentos, juros bancários, impostos e taxas”.
Para obter-se o custo operacional total (COT), o autor sugere que adicione-mos ao  COE a depreciação dos bens duráveis e o pró-labore dos sócios (MATSUNAGA, 1976).
E o custo total (CT), nesta metodologia, é o resultado da somatória do COT com a remuneração do capital e do empresário que se obteria caso o investimento do dinheiro fosse em banco ao invés de ser na produção (MATSUNAGA, 1976).
            Batalha (1997) considera que as atividades agrícolas são uma extensa rede de agentes econômicos que vão desde a produção de insumos, transformação industrial até armazenagem e distribuição agrícola.


Figura 01: Cadeia Produtiva
Fonte: Adaptado de BATALHA, M. O. Gestão agroindustrial. São Paulo: Atlas, 1997

Compreender isto é importante, pois significa que diversas indústrias também fazem parte da cadeia do agronegócios, e por isso, podem se beneficiar da metodologia proposta por Matsunaga (1976).
Porém, não são apenas as do seguimento do agronegócios que podem se beneficiar desta metodologia, já que a proposta inicial é medir a viabilidade econômica de um empreendimento de maneira mais simplificada e coerente.
Startups que ainda não tem bem definido os custos fixos e variáveis podem utilizar-se da proposta de Matsunaga (1976) para prever se vale ou não a pena continuar investindo na ideia.
A análise principal que é feita sob estas informações se divide em Margem Bruta, Líquida e Lucro. Entendendo-se como Margem Bruta a diferença entre as Receitas e o COE.
Já a Margem Líquida é a diferença entre Receita e COT.
O ponto alto desta análise é a forma que é feito o cálculo do Lucro, onde Matsunaga propõe que se desconte da Margem Líquida o custo da oportunidade do dinheiro, ou seja, soma-se aos custos totais o quanto a empresa poderia estar ganhando caso tivesse colocado todo o investimento em um rendimento bancário ao invés de construir a empresa e pagar os fornecedores.
Só depois desta análise Matsunaga (1976) considera que o empreendimento tem lucro.
Ora, se a empresa está rendendo menos que a Poupança ou outro Fundo de Investimento, financeiramente não faz sentido continuar com o negócio!
É um método um tanto doído, principalmente quando o empresário não quer desistir do empreendimento, por isso é uma análise que deve ser feita com cautela, baseada em dados reais e possíveis.
Atualmente utilizamos esta ferramenta para fazer as análises financeiras das empresas aceleradas e das startups, e tem funcionado! Os empreendedores e empresários passaram a ter uma visão mais objetiva do que o futuro aguarda versus os desafios que precisarão enfrentar!


Referências Bibliográficas


BATALHA, M. O. Gestão agroindustrial. São Paulo: Atlas, 1997.

MATSUNAGA, M. et al. Metodologia de custo de produção utilizada pelo IEA. Agricultura em São Paulo, São Paulo, 1976.

segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Premiação Desafio Universal Music Brasil

A Universal Music Group em parceria com o Núcleo de Empreendedorismo da USP organizaram o O Music Innovation Challenge, que desafiou estudantes universitários a reinventar a interação entre fãs e artistas no ambiente digital.


No dia 26 de outubro aconteceu a apresentação dos pitchs dos grupos e a banca de jurados selecionou o grande vencedor.


Os diretores da Sýndreams Aceleradora, Sandra Elisabeth e Stéfano Carnevalli estiveram presentes convidados pela equipe organizadora da Universal Music Brasil, Mariana Otero e Cláudio Vargas.


As equipes foram pré-selecionadas e participaram de 4 dias de treinamentos onde desenvolveram a ideia até transformar em um protótipo. Os resultados finais geraram ​modelos de soluções que atenderam características como: capturar informações, engajar fãs, propor e estimular conexões entre outras relacionadas ao tema.

A banca de jurados, formado por diretores da Universal Music, investidores, contou também com a presença da cantora Raquel Virgínia da banda "As Bahias e a Cozinha Mineira", que ressaltou que negócios relacionados a música precisam começar com emoção e ser divertido. A banda composta por Assucena Assucena, Raquel Virgínia e Rafael Acerbi reforça a importância diversidade e multiplicidade para desenvolvimento da Economia Criativa.

Mais sobre:
https://desafiouniversal.com/


terça-feira, 29 de outubro de 2019

Mesa Tendência, MESA SP, Entomofagia: oportunidades e alta gastronomia.

A Chef Andreia Pimentel e a Diretora da Sýndreams, Sandra Elisabeth, realizaram palestra no Congresso Mesa SP 2019 com o tema "Entomofagia: não é o futuro, é agora". 


Fotos: Divulgação Prazeres da Mesa - Raphael Criscuolo

A chef e apresentadora do programa Cardápio Surpresa, no SBT, Andreia Pimentel, mostrou no Mesa Tendências que a utilização de insetos na alimentação não é futuro: hoje é realidade. "O consumo de insetos é uma questão de alimento sustentável, já que consome de recurso natural apenas 10% do que um mamífero e se alimenta de resíduo orgânico, além de possuir alto teor de proteína", diz. Hoje já existem fazendas de insetos voltadas para alimentação do homem e de animais.




Com um tom humorado, a Chef Andréia Pimentel mostrou diversos tipos de insetos que já são consumidos em mais de 30 países ao redor do mundo, reforçando a importância deles fazerem parte do equilíbrio nutricional alimentar. O público que lotou o auditório no Memorial da América Latina, ainda pode provar os canapés, a aranha caramelizada e os petiscos com grilos, preparados em alta gastronomia pela Chef e sua equipe durante a palestra.




Equipe Chef Andréia Pimentel

Sandra Elisabeth, Diretora da Sýndreams Aceleradora de startups e empresas, apresentou um cenário de oportunidades e novos negócios que envolvem áreas de Agricultura, Economia Criativa (Gastronomia) e Inovação Industrial com os novos processos de fabricação e tecnologias da Industria 4.0 nesse setor.





A Sýndreams Aceleradora de startup está auxiliando e orientando empresários que querem investir nesse setor.  Atualmente já trabalha com dois empreendedores da região de Mogi Guaçu - SP que estão começando a produzir insetos em escala.


Chef Bruno Guardino, Chef Andreia Pimentel e Sandra Elisabeth.

Outra startup importante que a Sýndreams está auxiliando e que a Chef Andréia destacou no evento é a Asas & Cores que está fazendo um trabalho educativo de preservação de joaninhas. "Estas não são para comer, elas têm um papel enorme na natureza como bio defensivos naturais. Precisamos preservá-las".


Saiba mais:


Mesa SP
https://prazeresdamesa.uol.com.br/mundo-mesa/eventos/mesasp/

Chef Andréia Pimentel
http://andreiapimentel.com.br/

Sýndreams Aceleradora
www.syndreams.com.br

Asas&Cores - Kit Joaninho
www.asasecores.com.br

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Diretores da Sýndreams, Sandra Elisabeth e Stéfano Carnevalli foram painelistas no SENAI – Mogi Guaçu

Por Sýndreams

Sandra Elisabeth e Stéfano Carnevalli participaram como painelistas no painel sobre IoT e Indústria 4.0, dia 16 de outubro, no SENAI em Mogi Guaçu. O painel faz parte das ações do CIESP – NJE Campinas (Centro da Indústria do Estado de São Paulo – Núcleo Jovem Empreendedor).

Além de Sandra Elisabeth e Stéfano Carnevalli, diretores da Sýndreams, participaram do painel Giovani Machado, diretor da Teknova e Ricardo Tafas, especialista em gestão de P&D e Inovação na Repo Consultoria e Outsourcing.



No bate papo os painelistas discutiram os meios necessários para iniciar os processos de IoT e Indústria 4.0 nas empresas, qual o tipo de profissional que atende a estas necessidades, quais as tecnologias se adaptam a cada negócio e todo o necessário para fazer destes temas realidade nas empresas.

A seguir, algumas fotos do evento.